CAMOCIM OFF ROAD 2018 - IX EDIÇÃO ... AGUARDEM...

25 de julho de 2011

02 JOVENS ATINGIDAS A BALA NO ENCERRAMENTO DO FESTIVAL DE QUADRILHA

O 23º Festival de Quadrilhas de Camocim terminou debaixo de bala e de forma trágica.
Os dois primeiros dias foram considerados normais pela PM. No terceiro e último dia, tudo transcorria normalmente, tranquilo, somente algumas desordens geradas por bebedeiras.
Infelizmente, por volta das 03:20hs já de sgunda-feira, quando a banda Magníficos se apresentava, o Festival foi encerrado debaixo de bala. Segundo a PM, um jovem identificado por Leonardo Rodrigues da Costa, vulgo "Leo", de 23 anos, natural de Granja e há seis meses morando em Camocim, na rua tiradentes, Centro,próximo a oficina do Dênis, efetuou um disparo de revólver calibre 38 em frente ao palco, no meio da multidão, vindo a atingir duas jovens garotas que no momento dançavam juntas. O acusado cumpriu pena de setembro de 2010 a abril de 2011 na Cadeia Pública de Camocim por tráfico de drogas.
Testemunhas afirmam que tudo começou em um confronto entre as gangues dosCoqueiros e a do Machado. No segundo dia de Festival as gangues citadas já haviam se degladiados.
Segundo um jovem identificado por Josiel Pereira dos Santos, vulgo "Josiel", 20 anos, Leo já tinha uma desavença com um indivíduo conhecido por Tatu, da Gangue do Machado. Quando hoje (segunda-feira), Leo confundiu Josiel com Tatu, e atirou em direção a ele, porém outro indivíduo conhecido por Ewertonsegurou no braço do acusado e desviou o disparo, que veio a atingir duas jovens que nada tinham haver com a briga, apenas estavam dançando e se divetindo.
As vítimas são: Jucivânia Sousa Tavares, 19 anos, natural e residente em Granja no bairro COHAB; a outra é Francisca Maria Pinho de Sousa, residente na cidade de Granja na rua Portelinha. Pelas informações colhidas,Francisca Maria foi a primeira a ser atingida e salva graças a um disco de CD que estava em seu bolso, que fez com que a bala resvalasse e atingisse somente a sua virilha. Com o resvalo do projétil, Jucivânia foi atingida abaixo do umbigo e tudo indica que a bala está alojada em seu corpo.
Imediatamente militares e civis socorreram as vítimas e as levaram até a ambulância que estava no evento. Elas foram conduziradas ao hospital local, onde tiveram os primeiros socorros e em seguida foram transferidas para a Santa Casa de Sobral. O estado de saúde de Jucivânia é considerado grave.
Quanto ao acusado Leo, ele foi capturado por policiais da Força Tática (Cb Batista, Sds C. Félix, De Paula e Mardônio) já na pracinha dos Coqueiros ainda com a arma por dentro de suas vestes, a qual estava com três cartuchos, duas intáctas e uma deflagrada. Ele confessou que após o disparo, pegou um mototaxista e se evadiu para o bairro dos Coqueiros.
Leo foi autuado por tentativa de homicídio, artigo 121 c/c com o artigo 14, inciso II, e será transferido para a Cadeia Pública de Camocim.

Fonte Camocim Policia 24 Horas

Nenhum comentário: