CAMOCIM OFF ROAD 2018 - IX EDIÇÃO ... AGUARDEM...

24 de dezembro de 2010

Mulher declarada morta desperta na funerária

Maria da Conceição já estava no caixão quando os funcionários perceberam que ela estava viva.
Os familiares de Maria das Dores da Conceição foram informados por volta das 16 horas de quarta-feira que a aposentada não tinha resistido ao quadro clínico delicado provocado pela pressão alta e complicações de Alzheimer e havia falecido. Familiares trataram de preparar o velório e contratar a funerária. Por volta das 20 horas, quando já estava dentro do caixão, dona Maria começou a se mexer para o desespero dos funcionários da Funerária Paraíso.
O agente funerário Silvério de Oliveira percebeu que dona Maria estava respirando quando começou a ornamentação do caixão. “Ficamos revoltados com o descaso dos médicos do SUS. É quando deparamos com uma situação desta que acreditamos que alguém possa ser enterrado vivo. Graças a Deus vimos que ela não tinha morrido”, contou.
Em um misto de alegria pela volta da idosa e constrangimento pela situação, a família reclama e promete tomar medidas. “Como é que pode dar uma senhora como morta, desse jeito? Eles trataram minha mãe como uma qualquer. Parece até que queria se ver livres dela. Ninguém tem noção de como é ver a mãe da gente viva, se mexendo, dentro de um caixão”, relata Custódia Tereza de Amâncio, filha de dona Maria. O caso aconteceu em Ipatinga - Vale do Aço.

Nenhum comentário: