CAMOCIM - TERRA DE BOM JESUS DOS NAVEGANTES

17 de novembro de 2010

O DESRESPEITO CONTINUA

Se não tem competência, que feche as portas. É um absurdo o que fazem com os clientes.

A internet, se tornou no ano passado, o canal de atendimento bancário mais usado pelos brasileiros. Mas mesmo com tanta gente deixando de ir às agências, pagar uma conta ou fazer uma transação bancária na boca do caixa continua sendo muitas vezes um tortura, um super-teste de paciencia. Pessoas humildes que buscam serviços bancarios enfrentam de cara a "maquininha" da SENHA, com várias opções: Caixa: tecle o nº 1 - Emprestimos tecle nº 2 - Informações tecle nº 3; coitados: Ficam mais perdidos que cego em tiroteio. Isso sem contar com a "Educação" dos guardas, que além da segurança exercem a função de informar os serviços dentro da agência.

O sistema ilustrativo da ordem de chamada das senhas, dando prioridade aos deficientes, idosos, gestantes... O que com certeza esta corretissimo, Infelizmente agencias com UM caixa, ou no maximo DOIS, diga-se de passagem, trabalhando como aranhas vagarosas, e com um ar de "SIMPATIA" sem igual, deixam o cliente normal a mercê da sorte: Esse pode demorar o tempo que fôr necessário, 1 hora, 2 horas... Devem pensar assim: Esses são jovens, desocupados, podem esperar. É impressionante, a fila não anda, as senhas demoram infinitos minutos, parece que todos ali tem alguma prioridade (menos o cliente) isso quando um funcionário da agência não interrompe o atendimento ao cliente trazendo depósitos, pagamentos, fazendo favores aos amigos que não pegam fila. É hora de mudar, ou melhor: Já passou da hora de mudar.

Nenhum comentário: