CAMOCIM - TERRA DE BOM JESUS DOS NAVEGANTES

26 de dezembro de 2009

BRAGANÇA A PÉROLA DO CAETÉ

À margem esquerda do rio Caeté está situado o município de Bragança, palco do primeiro pólo de ocupação européia da Amazônia, que logo se estabeleceu como a segunda cidade mais antiga do Pará.
Conhecida como “Pérola do Caeté”, Bragança é comentada pela sua hospitalidade e pela diversidade de atrativos naturais e culturais, além de um conjunto arquitetônico que a diferencia das demais cidades do Nordeste paraense, que fazem parte do roteiro turístico do Estado. Um passeio pelo centro de Bragança leva o visitante, de imediato, a perceber essa diferença. A arquitetura de época reflete a colonização européia nos séculos XIX e XX, que foi fundamental para o desenvolvimento do município.
A natureza é um atrativo peculiar no município bragantino. Não bastasse as paisagens das praias, o manguezal, os campos e os igarapés, a natureza do lugar ainda oferece iguarias consideradas atrativos importantes para os visitantes como caranguejo, sururu, peixes, camarão, ostras e frutas regionais.
A farinha de mandioca feita em Bragança não pode faltar no dia-a-dia do bragantino. E quem visita o município, não pode deixar de provar. Afinal, não é à toa que o produto é exportado para todo o Brasil.
Bragança guarda outros atrativos aos turistas. A cultura é um dos mais fortes deles. Católicos por tradição, os bragantinos realizam suas festas religiosas. Dentre as festividades destacam-se a de São Sebastião, comemorada no dia 26 de dezembro, e o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, no mês de novembro com ladainhas, procissões e até arraial. Porém, a mais forte expressão cultural e religiosa de Bragança está na festa de São Benedito, uma das mais tradicionais e antigas do Pará, introduzida pelos escravos em 1798 e também conhecida como Festa da Marujada. A beleza natural é outro ponto forte do município, que possui uma das mais belas praias da costa atlântica paraense: a praia de Ajuruteua. A 30 minutos de carro da cidade, Além dela, existem manguezais, rios, igarapés e ilhas, como a de Canela, um santuário ecológico que possui o maior ninhal de guarás do mundo. Com um cenário natural privilegiado, Bragança é, sem dúvida, uma das mais belas cidades do Pará. Um convite para conhecer um pedaço da história e das belezas paraenses. Quem experimenta essas maravilhas, certamente se apaixona.
Fonte: Buscapará
Como é do conhecimento daqueles que acessam esse blog, eu estou no estado do Pará passando as festividades de final de ano com familiares, e como hoje é dia de festa em bragança eu estarei postando aqui os costumes do lugar, aguarde.

Nenhum comentário: